Marcação de consultas: 08:00 às 12:00 | 13:30 às 17:00 horas

Odontologia e Medicina Assistencial

(31) 3449-8002 ou (31) 3449-8003

Medicina Ocupacional

(31) 3449-8040 ou (31) 3449-8041

Supervisora do Seconci-MG faz palestra sobre as principais alterações nas NRs que afetam a Construção Civil

Para chamar a atenção sobre as ações que a indústria da construção deverá adotar em relação à segurança de seus trabalhadores, a partir das alterações promovidas nas normas regulamentadoras, o Serviço Social da Construção – Seconci Brasil promoveu um debate em torno do assunto. O evento, em formato virtual, aconteceu no último dia 27 de julho, data em que se celebra o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho.

O encontro on line contou com a palestra da Supervisora do Departamento de Segurança do Trabalho do Seconci-MG, Andreia Darmstadter, que apresentou e destacou as principais mudanças e o impacto destas na gestão de saúde e segurança do trabalho.  A engenheira de segurança integrou a bancada patronal do Comitê Tripartite responsável pelo processo de revisão e elaboração da nova NR18. Em sua exposição, ela apontou os pilares do processo revisional: harmonização, simplificação e desburocratização, lembrando que não apenas a NR18 norteia a construção civil. 

Andreia pontuou que a Norma Regulamentadora 1 também merece ser destacada, uma vez que ela trata das disposições gerais, ou seja, é o início e base de todas as NRs, além de colocar as normas de segurança e saúde em um patamar igualitário com as normas internacionais. Ela observou que as construtoras devem se organizar o quanto antes para adequarem sua gestão da saúde e segurança às alterações promovidas, previstas para entrarem em vigor no primeiro trimestre de 2021. Segundo a engenheira, é fundamental que os profissionais de segurança e suas respectivas equipes tenham ciência das modificações implementadas, ressaltando que “as lideranças devem compreender a importância dessas normas e atualizar suas organizações com as novas medidas a serem executadas”. 

A importância de se organizar um cronograma para atualização e esclarecimento dos profissionais da área de segurança sobre as mudanças também foi salientada pelo presidente do Seconci-SP, Haruo  Ishikawa, que coordenou o processo de revisão da NR18. Ele lembrou que o grupo tripartite, formado por representantes dos empresários do setor da construção, dos empregados e do Governo Federal, fez um trabalho criterioso para modernizar e simplificar a NR18, com o propósito de torná-la mais eficiente. O grupo discutiu sugestões encaminhadas a partir de consultas públicas, reduzindo de 680 para 403 itens, com inserção e retirada de alguns, exceto aqueles relacionados à segurança do trabalhador.

A live teve também a participação do presidente do Seconci-Brasil, Antônio Carlos Salgueiro, que destacou o trabalho dos Seconcis na disseminação de informação qualificada sobre as alterações promovidas nas NRs.