Marcação de consultas: 08:00 às 12:00 | 13:30 às 17:00 horas

Odontologia e Medicina Assistencial

(31) 3449-8002 ou (31) 3449-8003

Medicina Ocupacional

(31) 3449-8040 ou (31) 3449-8041

Terrazzas promove vacinação para seus colaboradores com apoio do Seconci-MG

Com intermediação dos Departamentos de Serviço Social e de Medicina Assistencial do Seconci-MG  junto à Gerência de Assistência, Epidemiologia e Regulação Centro Sul (Gaere-Centro Sul/PBH), a associada Terrazzas promove, nos dias 10 e 11 de setembro, vacinação em  suas obras localizadas na região centro-sul da capital. 

Cerca de 190 colaboradores receberam as vacinas da Gripe (influenza), Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola) e contra o tétano. A iniciativa faz parte de uma campanha de imunização nas obras promovida pela empresa. Com o apoio do Seconci-MG, foram realizados  contatos junto ao Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, para verificação da possibilidade de realização da vacinação no próprio local de trabalho. 

O Seconci-MG esclarece que o atendimento deste tipo de demanda está sujeito à avaliação da disponibilidade das Gaeres , bem como da pertinência e estrutura de realização do gesto vacinal no local de trabalho. Ressalta, ainda, que a população pode se vacinar gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde da capital, bastando comparecer ao posto de saúde mais próximo da residência ou do local de trabalho munido do cartão de vacinação. O ideal é que a caderneta de vacinação esteja atualizada, lembrando que quem está com as vacinas desatualizadas coloca em risco não apenas a própria saúde, podendo se tornar um eventual transmissor de doenças, em especial para grupos mais vulneráveis – crianças e idosos.

 A vacina da Gripe não evita a Covid-19, mas impede a ocorrência de gripe grave e com isso reduz a vulnerabilidade dos sistemas respiratório e de defesa. O Sarampo é uma doença infecciosa grave, transmitida pela fala, tosse e espirro e extremamente contagiosa. Ela está em circulação no país e é caracterizada por febre, inflamação das mucosas do trato respiratório, erupções na pele e descamação. A vacina disponível no SUS é a única forma de prevenção à doença. Independente da situação vacinal, é necessário receber uma nova dose.   Ao se imunizar, a pessoa reduz também o número de casos e a pressão sobre o sistema de saúde, que atualmente prioriza a abertura de espaços para atendimento da Covid-19.